Novo medicamento retarda a progressão da doença de Alzheimer.

14837730_sA Doença de Alzhemer (DA) é o protótipo da doença neurodegenerativa, ou seja, a progressão da morte neuronal leva ao aumento dos sintomas e, ao final da vida, o paciente está completamente dependente de seus cuidadores.

O tratamento medicamentoso atual, feito com inibidores da acetilcolinesterase ou com a memantina, apenas ameniza os sintomas da doença, não diminuindo a velocidade de progressão e muito menos curando o paciente.

Por isso, o trabalho publicado nesta semana na revista Alzheimer’s & Dementia: Translational Research & Clinical Interventions representa um passo a frente.

Digo isto porque os pesquisadores relataram os resultados dos testes em humanos de um novo medicamento que RETARDOU A PROGRESSÃO DOS SINTOMAS DA DOENÇA DE ALZHEIMER em 300 pacientes.

O solanezumag é um anticorpo que liga-se no peptídeo beta amiloide e aumenta a sua excreção, é válido lembrar que o acúmulo deste peptídeo é um dos principais responsáveis pela morte neuronal na doença de Alzheimer.

Assim, o grupo de pesquisadores da Universidade da Califórnia mostrou que ao final de 3,5 anos de acompanhamento, os idosos que iniciaram o tratamento medicamentoso 1,5 anos antes, tinham prejuízos cognitivos mais brandos.

Por fim, é importante lembrar que o trabalho não mostra a cura para a Doença de Alzheimer, mas reforça a necessidade de diagnóstico precoce.

 

curso idosos figua pronta

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *