Recomendações sobre o uso de anticoncepcionais orais combinados.

Terminando uma aula para a pós-graduação encontrei estas boas recomendações as usuárias de anticoncepcionais orais combinados. As quais compartilho com vocês, Bom proveito!

 

orientacoes

 

  • Iniciar no 5º dia do ciclo menstrual, exceto para a primeira cartela dos ATC que contém gestodeno, desogestrel ou drospirenona, a qual se inicia no 1º dia da menstruação;
  • Tomar ininterruptamente, no mesmo horário do dia, por 21 dias;
  • Parar por 7 dias para que haja a menstruação, o que geralmente ocorre entre o 2º e o 4º dias da pausa;
  • Reiniciar no 8º dia da pausa, mesmo na vigência do fluxo menstrual;
  • Não reiniciar o uso se não houver fluxo menstrual, pelo risco de gestação em curso, cujo diagnóstico deve ser estabelecido;
  • Procurar aconselhamento médico em caso de aumento da pressão arterial, surgimento de enxaqueca importante, dores ou edema em membros inferiores ou outras manifestações de doenças importantes;
  • Não suspender os ATC devido ao aparecimento de sintoma menores no início do uso, pois há tolerância a esses efeitos após 1 a 2 ciclos;
  • Não é necessário fazer a pausa anual para a ovulação, pois mesmo em uso prolongado a pílula é medida reversível;
  • Substituir durante 3 ciclos as formulações de menor para as de maior dosagem  quando houver ausência de fluxo menstrual (excluída gravidez) ou sangramento intermenstrual.

 

orientacoes2

 

  • Iniciar no 1º dia do ciclo menstrual (1º dia da menstruação); se estiver trocando de contraceptivo, iniciar no dia posterior ao termino da cartela anterior (não fazer a pausa);
  • Tomar ininterruptamente, no mesmo horário do dia, por 24 dias;
  • Parar por 4 dias para que haja a menstruação, o que geralmente ocorre no 2º dia da pausa;
  • Reiniciar no 5º dia da pausa, mesmo na vigência de fluxo menstrual;
  • Se não houver fluxo menstrual, procurar atendimento para excluir gestação em curso, cujo diagnóstico deve ser estabelecido; lembrar que pode ser apenas efeito da supressão endometrial, se houver uso regular;
Fonte: Fuchs, Wannmacher e Ferreira: Farmacologia Clinica, 3ed)

 

 

  • Deixe sua nota!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *